Bem Vindo a www.LookBrasil.com.br
HAIR CONTOUR PDF Imprimir E-mail
Escrito por Josué Barbosa   
Ter, 11 de Outubro de 2016 19:47
  O contour migra do make para o cabelo em nova técnica que cria um jogo de luzes para realçar o formato de cada tipo de rosto (Foto: Karl Lagerfeld/Arquivo Vogue Brasil)

Você certamente conhece o contour, técnica de maquiagem que consiste em realçar algumas partes do rosto e afinar outras, que virou febre graças a sua principal adepta, Kim Kardashian, que não economiza no iluminador nas têmporas e no bronzer para diminuir as bochechas.

 

Rosto CORA??O: Raiz mais escuracom mechas fininhas misturadas, que descem pelo rosto e são ressaltadas na região das orelhas e ao redor da linha do maxilar para suavizar a parte inferior do rosto. Famosas: Olivia Palermo, KateMoss e Juliana Paes (Foto: Arquivo Pessoal, Getty Images e Reprodução Vogue US Agosto/2010)

Recorrer aos reflexos para criar uma luminosidade que favoreça o rosto não é novidade. A diferença é que, além de aplicar as luzes (que podem ser californianas, ombré, splashlights), o contorno capilar tem como objetivo criar um efeito personalizado de acordo coma fisionomia de cada cliente.

Rosto QUADRADO Camadascomdiversas nuances de claro e escuro são aplicadas nos ângulos do rosto (ao redor do maxilar e das têmporas). A ideia é suavizar as linhas duras e criar profundidade e textura. Famosas: Lily Aldridge, Angelina Jolie e Grazi Massafer (Foto: Arquivo Pessoal, Getty Images e Reprodução Vogue US Agosto/2010)

Para Romeu Felipe, hairstylist responsável pelos loiros de Grazi MassaferaYasmin Brunet, o hair contour é uma evolução das luzes e seus derivados. ??Mesmo que a nomenclatura não seja ainda muito comum por aqui, é uma técnica que uso em sete entre dez clientes.? Para ele,o sucesso tem a ver com a febre das redes sociais. ??Com a explosão das selfies, as mulheres agora querem rostos mais iluminados, desejo que passa pela maquiagem e também pelo cabelo?, acredita.

ROSTO LONGO Nuances mais escuras são aplicadas na raiz, seguindo o repartido, e vão se fundindo delicadamente a microluzes costuradas logo acima das orelhas até as pontas.O resultado éumcorte da face que cria a ilusão deumrosto menor. Famosas: Sarah Jessi (Foto: Arquivo Pessoal, Getty Images e Reprodução Vogue US Agosto/2010)

Democrática, a tendência independe de cor ou comprimento. ??Você só precisa ter um cabelo saudável o bastante para colori-lo?, adverte Marc. Segundo o inglês, o mais importante na hora de colocar o contorno em prática é saber qual o seu formato de rosto, informação determinante para definir onde as mechas ficarão.

Para descobrir se você é dona de um tipo oval, longo, redondo,quadrado ou coração, Trinder entrega um truque infalível: ??Prenda o cabelo num rabo e depois desenhe no espelho o contorno de seu rosto com uma caneta tipo marcador?.

ROSTO REDONDO Mechas claras são aplicadas ao longo da raiz por toda a cabeça para prolongar o rosto e adicionar luz. Os fios são escurecidos logo abaixo das orelhas até as extremidades ao redor do rosto para afinar a parte inferior. Famosas: Drew Barrymor (Foto: Arquivo Pessoal, Getty Images e Reprodução Vogue US Agosto/2010)

Após um ano de prática, o especialista reconhece que já evoluiu na técnica. ??Agora adoto no cabelo um leve strobing (tipo de maquiagem que aposta em muito iluminador) nas mechas perto dos olhos, o que resulta num brilho instantâneo ao rosto. O melhor é que ele vai bem com todos os tipos de contour.? Pronta para aderir?

Última atualização em Ter, 11 de Outubro de 2016 19:50
 
VISAGISMO. PDF Imprimir E-mail
Escrito por Josué Barbosa   
Sex, 07 de Outubro de 2016 15:55

 

Talvez você não saiba exatamente o que é, mas já deve ter ouvido falar sobre o visagismo. ??Esta é a arte de criar uma imagem personalizada e equilibrada por meio do estudo das características físicas e psicológicas da pessoa?, explica o visagista Philip Hallawell, autor do livro Visagismoharmonia e estética. Seguindo a tendência da customização, a técnica equilibra os traços e harmoniza a expressão facial, de forma a refletir a personalidade da pessoa, criando um visual único e individualizado, além de valorizar ?? e muito ?? a beleza de cada um!

 

Uma análise profunda

O ponto de partida para colocar o visagismo em prática é reconhecer o rosto como a identidade de uma pessoa. Por meio da conversa com o cliente, o visagista consegue identificar as principais características de sua personalidade. ??? essencial que, durante o bate-papo, a pessoa analise qual imagem deseja transmitir aos outros, como de alguém séria e responsável ou moderna e descontraída. ? importante, ainda, que ela observe quais são as suas necessidades profissionais e pessoais, seus gostos e preferências estéticas, assim como sua disponibilidade de tempo para manter o look escolhido?, diz Philip.

Por exemplo, uma advogada deve transmitir a imagem de uma pessoa tradicional e confiável. Dessa forma, um corte clássico, como o chanel, é uma ótima escolha. Mas se ela tem o cabelo crespo e leva uma vida corrida, dificilmente conseguirá manter esse visual no dia a dia. Nesse caso, é preciso adotar um corte que controle o volume dos fios ou fazer um alisamento, para ficar impecável mesmo com a rotina agitada. Porém, seja qual for o seu look ?? cacheado, liso, repicado, desfiado, longo ou curto ??, lembre-se de que é importante manter o cabelo sedoso e bem tratado. Por isso, vale a pena investir nos produtos da linha Seda, que atendem às necessidades específicas de cada tipo de cabelo, mantendo os fios lindos e saudáveis sempre.

 

Equilíbrio facial

Outro passo fundamental do visagismo é fazer uma análise sobre as características da face da cliente, observando seus ângulos, assim como tamanho e forma dos olhos, lábios, nariz, sobrancelhas, queixo e cabelo, ou seja, itens que interferem no resultado final. ??A escolha da melhor tonalidade e corte para o cabelo ajuda a criar um rosto mais harmônico e equilibrado. Sendo assim, antes de qualquer mudança, é preciso fazer um estudo profundo sobre esses detalhes?, afirma Philip. Afinal, a proporção e o equilíbrio de todos esses elementos são poderosas ferramentas para alcançar um belíssimo visual.

Um rosto redondo, por exemplo, parece mais fino com um corte em camadas e o mínimo de volume nas laterais. Já quem tem a face em formato oval, com o queixo em destaque, deve buscar mais volume nessa região, para criar uma proporção. Nesse caso, um bom recurso é repicar os fios a partir das orelhas. A testa larga, por sua vez, pode ser disfarçada com o uso de franjas, nos mais variados estilos, da curtinha até o franjão lateral.

 

 
COMO FUNCIONA UMA PESQUISA ELEITORAL-2016 PDF Imprimir E-mail
Escrito por Josué Barbosa   
Ter, 20 de Setembro de 2016 09:06

Pesquisas eleitorais - Eleições 2016

As entidades e empresas que realizarem pesquisas de opinião pública relativas às Eleições 2016 ou a candidatos, para conhecimento público, devem registrar, junto à Justiça Eleitoral, as informações constantes no art. 33 da Lei nº 9.504/1997, a partir do dia 1º de janeiro e até cinco dias antes da divulgação de cada resultado, conforme disciplinamento da Res.-TSE nº 23.453, de 15.12.2015.

Para o registro de pesquisa, é obrigatória a utilização do sistema de Registro de Pesquisas Eleitorais (PesqEle), disponível nos links ao final da página (abaixo).

Todas as entidades e empresas deverão realizar o seu cadastramento no sistema de Registro de Pesquisas Eleitorais (PesqEle). Aquelas que tiverem realizado registro de pesquisa em eleições anteriores deverão efetuar novo cadastramento.

O registro das pesquisas é procedimento estritamente eletrônico, realizado via Internet e a qualquer tempo, independentemente do horário de funcionamento das secretarias dos tribunais eleitorais.

As informações e os dados registrados no sistema ficarão à disposição de qualquer interessado pelo prazo de 30 dias.

Recomenda-se a leitura dos arts. 33, 35 e 96 e os parágrafos do art. 34 da Lei no 9.504/1997, bem como das resoluções-TSE nos 23.45323.462, ambas de 15 de dezembro de 2015, as quais disciplinam, respectivamente, para as eleições de 2016, o registro e a divulgação das pesquisas e o processamento das representações, reclamações e dos pedidos de direito de resposta.

Salienta-se que a Justiça Eleitoral não realiza qualquer controle prévio sobre o resultado das pesquisas, tampouco gerencia ou cuida de sua divulgação, atuando conforme provocada por meio de representação.

Acesse o PesqEle clicando abaixo:

 

Última atualização em Ter, 20 de Setembro de 2016 09:08
 
Caminhada do 18 PDF Imprimir E-mail
Escrito por Josué Barbosa   
Qua, 07 de Setembro de 2016 17:01

Estamos bombando nas REDES SOCIAIS!
Caminhada de grande sucesso no bairro Cehab Baixa! - Cola em mim que é Sucesso! #REDE18 - Thiego Ladeira.
#COMPARTILHEM!!!!!

https://www.facebook.com/jo.cabeleireiro/videos/1079198435509758/

Última atualização em Qua, 07 de Setembro de 2016 20:37
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 2 de 16
Caminho
Home