Bem Vindo a www.LookBrasil.com.br
WhatsApp bloqueado. PDF Imprimir E-mail
Escrito por Josué Barbosa   
Qui, 17 de Dezembro de 2015 07:15

WhatsApp bloqueado: operadoras são intimadas a barrar app no país por 48h

Bloqueio é válido a partir da 0h de quinta-feira (17) em todo o Brasil.
Sindicato de Vivo, Claro, Tim e Oi confirma determinação judicial.

Operadoras de telefonia móvel foram intimadas a bloquear WhatsApp no Brasil por 48 horas (Foto: Fábio Tito/G1)

As principais operadoras de telefonia móvel do Brasil foram intimadas pela Justiça nesta quarta-feira (16) a bloquear o aplicativo de mensagens WhatsApp em todo o território nacional por 48 horas. O bloqueio vale a partir da 0h de quinta-feira (17).

saiba maO recebimento da determinação judicial foi confirmado pelo Sindicato Nacional das Empresas is

O Tribunal de Justiça de São Paulo afirma que a decisão partiu da 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo e corre em segredo de justiça em uma ação criminal. Segundo o TJ-SP, o WhatsApp não atendeu a uma determinação judicial de 23 de julho de 2015. A empresa foi notificada mais uma vez em 7 de agosto, com uma multa fixada em caso de não cumprimento.

O WhatsApp não atendeu à determinação novamente, de acordo com o TJ-SP. Por isso, "o Ministério Público requereu o bloqueio dos serviços pelo prazo de 48 horas, com base na lei do Marco Civil da internet".

Eduardo Levy, presidente do SindiTeleBrasil, diz que as operadoras são obrigadas a atender a determinação e que não é do interesse delas bloquear o WhatsApp no país. "Temos interesse em regras que sejam mais leves para o setor", disse Levy ao G1.

Histórico
Essa não é a primeira tentativa de bloquear o WhatsApp no país. Em fevereiro, um juiz de Teresina (PI) determinou que as operadoras suspendessem temporariamente o acesso ao app de mensagens.

O motivo seria uma recusa do WhatsApp em fornecer informações para uma investigação policial que vinha desde 2013.

Última atualização em Qui, 17 de Dezembro de 2015 07:19
 
PDF Imprimir E-mail
Escrito por Josué Barbosa   
Qua, 16 de Dezembro de 2015 10:35

Entenda o que é Microcefalia

PUBLICIDADE

A microcefalia é uma doença em que a cabeça e o cérebro das crianças são menores que o normal para a sua idade, influenciando o seu desenvolvimento mental.

Geralmente, a microcefalia está presente quando o tamanho da cabeça de uma criança com um ano e três meses é menor que 42 centímetros. Isto ocorre porque os ossos da cabeça, que ao nascimento estão separados, se unem muito cedo, impedindo que o cérebro cresça normalmente.

A microcefalia é uma doença grave, que não tem cura, e a criança que a possui pode precisar de cuidados por toda a vida, sendo dependente para comer, se mover e fazer suas necessidades, dependendo da gravidade da microcefalia que possui e se ela possui outras síndromes além da microcefalia. Veja detalhes sobre como é a vida da criança com microcefalia.

 

Criança com microcefalia
Criança com microcefalia

 

Consequências da microcefalia

As crianças com microcefalia podem ter graves consequências como:

  • Atraso mental;
  • Déficit intelectual;
  • Paralisia;
  • Convulsões;
  • Epilepsia;
  • Autismo;
  • Rigidez dos músculos.

Apesar de não haver tratamento específico para a microcefalia, podem ser tomadas algumas medidas para reduzir os sintomas da doença. Normalmente a criança precisa de fisioterapia por toda a vida para se desenvolver melhor, prevenindo complicações respiratórias e até mesmo úlceras que podem surgir por ficarem muito tempo acamadas ou numa cadeira de rodas.

Todas estas alterações podem acontecer porque o cérebro precisa de espaço para que possa atingir o seu desenvolvimento máximo, mas como o crânio não permite o crescimento do cérebro, suas funções ficam comprometidas, afetando todo o corpo.

A microcefalia pode ser classificada como sendo primária quando os ossos do crânio se fecham durante a gestação, até os 7 meses de gravidez, o que ocasiona mais complicações durante a vida, ou secundária, quando os ossos se fecham na fase final da gravidez ou após o nascimento do bebê.

O que pode causar microcefalia?

As causas da microcefalia podem incluir doenças genéticas ou infecciosas, exposição a substâncias tóxicas ou desnutrição. Algumas situações que podem provocar microcefalia podem ser:

  • Consumo de cigarro, álcool ou drogas como cocaína e heroína durante a gravidez;
  • Síndrome de Rett;
  • Envenenamento por mercúrio ou cobre;
  • Meningite;
  • Desnutrição;
  • HIV materno;
  • Doenças metabólicas na mãe como fenilcetonúria;
  • Exposição à radiação durante a gestação;
  • Uso de medicamentos contra epilepsia, hepatite ou câncer, nos primeiros 3 meses de gravidez.

Infecções como rubéola, citomegalovírus e toxoplasmose durante a gravidez também aumentam o risco do bebê ter microcefalia. Além destas, existe suspeita de que doenças como dengue, Zika vírus ou febre chikungunya durante a gestação também estejam ligadas à microcefalia. Veja como o Zika pode causar microcefalia.

A microcefalia também pode ser genética e acontece em crianças que possuem outras doenças como Síndrome de West, Síndrome de Down e Síndrome de Edwards, por exemplo. Por isso, a criança com microcefalia que também possui uma outra síndrome pode ter outras características físicas, incapacidades e ainda mais complicações do que as crianças que possuem somente microcefalia.

Diagnóstico da microcefalia

O diagnóstico da microcefalia pode ser feito durante a gestação, com os exames do pré-natal, e pode ser confirmado logo após o parto através da medição do tamanho da cabeça do bebê. Exames como tomografia computadorizada ou ressonância magnética cerebral também ajudam a medir a gravidade da microcefalia e quais serão suas possíveis consequências para o desenvolvimento do bebê.

Microcefalia tem cura?

A microcefalia não tem cura porque o fator que impede o desenvolvimento cerebral, que é a união precoce dos ossos que forma o crânio, não pode ser retirado. Se esta união precoce dos ossos acontecer ainda durante a gestação, as consequências podem ser mais graves porque o cérebro pouco se desenvolve, mas existem casos em que a união destes ossos ocorre no final da gestação ou após o nascimento, e neste caso a criança pode ter consequências menos graves.

Tratamento para microcefalia

O tratamento da microcefalia não cura a doença, porém ajuda a reduzir as consequências no desenvolvimento mental da criança.

Uma das possibilidade de tratamento é fazer uma cirurgia para separar ligeiramente os ossos do crânio, nos 2 primeiros meses de vida, para evitar a compressão do cérebro que impede seu crescimento. Quando além da microcefalia a criança possui hidrocefalia, que é a presença de líquido dentro do cérebro, também existe a possibilidade de colocar um dreno para controlar esse líquido. Entenda o que é hidrocefalia.

Além disso, pode ser necessário usar medicamentos que ajudam o dia a dia da criança, que atuam diminuindo os espasmos musculares e melhoram a tensão dos músculos. Afisioterapia é indicada e pode ajudar no desenvolvimento físico e mental e por isso quanto mais estímulo dentro da fisioterapia a criança tiver, melhores serão os resultados. Assim, é recomendado fazer o maior número de sessões de fisioterapia por semana.

O médico que acompanha os portadores de microcefalia são o pediatra e o neurologista, mas outros profissionais da saúde também são necessários como psicólogo, dentista, terapeuta ocupacional e fonoaudiólogo.

 
PDF Imprimir E-mail
Escrito por Josué Barbosa   
Seg, 14 de Dezembro de 2015 12:32

Pode faltar alguns meses ainda, mas o Réveillon 2016 não demora a chegar. Portanto, já está mais do que na hora de reservar um espaço na agenda para as viagens de final de ano e férias coletivas, aproveitando o melhor destino para celebrar seu ano novo e fugindo do dólar alto.

O fato é que os preços costumam ficar salgados durante as festividades, então quanto antes comprar passagens e reservar hotéis, melhor. Além disso, se a ideia é se jogar numa grande festa, também é necessário fazer reservas para garantir o seu lugar, seja em baladas ?? que costumam vender ingressos por lote -, ou restaurantes, que também celebram a data em grande estilo.

Confira algumas dicas para não passar a data em branco, com exceção da roupa, é claro!

1. São Miguel dos Milagres

Em Alagoas, existe um pedacinho caribenho chamado carinhosamente de ??Milagres?. Com águas cristalinas e areia branquinha, o lugar vai ter uma festa de ano novo que promete. Os ingressos da festa Réveillon dos Milagres, que vai do dia 26 de dezembro a 4 de janeiro de 2016, podem ser adquiridos aqui.

milagresSao Miguel

2. Praia do Rosa

Conhecida por jovens e bastante badalada, a Praia do Rosa tem uma famosa festa de ano novo, que já atrai até famosos como Gabriel Medina. Quem não perde uma festança pode curtir, no dia 31 de dezembro, aVirada Mágica, que acontece na Pousada Fazenda Verde do Rosa, num grande camarote à beira-mar. Os ingressos já podem ser adquiridos no site da Blueticket

praia do rosaimbituba

3. Ilha Bela

Ilhabela, no litoral norte de São Paulo, é uma boa fuga para os paulistanos a fim de curtir o final de ano longe da muvuca da cidade. Além das praias exuberantes, durante o final de ano o destino fica agitado com festas em hotéis e baladas. Na praia da Feiticeira, o réveillon é bem animado, especialmente para os solteiros. O DPNY Beach Hotel também torna o final de ano inesquecível. Para saber todos os custos dessa viagemclique aqui!

ilha bela

4. Punta del Este

Conhecida pela sofisticação, vista em cassinos, restaurantes e resorts de luxo, a cidade uruguaia também conta com vida noturna agitada em meio às belas praias que a cercam. A tradicional queima de fogos acontece na praia e badalação começa entre 0h e 2h da manhã. São várias as festas de ano novo na cidade, como Hed KandiLa Fiesta PuntaReveillon Unique. Para saber todos os custos dessa viagem clique aqui!

punta del estehedkandi

5. Santiago

Passar a virada do ano com vista para a Cordilheira dos Andes não é nada mal. A festa de Réveillon acontece em frente ao Palácio de la Moneda, onde se apresentam artistas locais e de onde se avistam os fogos de artifício. Baladas com festas grandes é o que não faltam, como Elevate, Club Eve e Castillo Hidalgo. Porém, uma das maiores queimas de fogos da América do Sul acontece na badalada Valparaíso, cidade próxima a Santiago. Para saber todos os custos dessa viagem, clique aqui

torre entel 12.jpgCastillo Hidalgo

6. Buenos Aires

Com preços atraentes para brasileiros, Buenos Aires é sempre uma boa pedida. Durante o Réveillon, porém, a agitação fica mais por conta de quem é do Brasil do que dos argentinos. A passagem de ano é celebrada em casa, com amigos ou familiares, mas a queima de fogos em Puerto Madero acaba reunindo os brazucas em peso e não os hermanos. Entre as baladas, Asia de Cuba é um dos clubs que tem a festa mais agitada durante a data. Para saber todos os custos dessa viagem clique aqui!

buenos airesPuerto Madero District in Buenos Aires

7. Búzios

Com 23 praias exuberantes, Búzios é um dos destinos mais badalados Rio de Janeiro. Além de oferecer muita diversão e lazer durante o dia, as festas, os bares e as baladas fervem durante a noite. Na virada do ano, dá para curtir o Réveillon da Tartaruga, com diversas atrações noite adentro. Para saber todos os custos dessa viagem clique aqui!

BuziosBuzios2

8. Porto de Galinhas

Um dos mais animados do Nordeste, o réveillon em Porto de Galinhas é cheio de atrações, com shows bastante concorridos. Além das festas, o destino é um prato cheio para quem quer curtir uns dias de folga, repleto de piscinas naturais, belas praias, bons hotéis e restaurantes, que se incluem na programação de ano novo. Para saber todos os custos dessa viagem clique aqui!

porto de galinhas

9. Guarapari/Piúma e Marataízes.

Pode ser que o Espírito Santo nem tenha passado pela sua cabeça, mas a cidade de Guarapari tem um final de ano bem animado. Com mais de 30 praias para o deleite dos turistas, a região atrai turistas também por conta do réveillon. Entre as festas, destaca-se a Réveillon Privilège no Iate Clube Siribeira, além das atrações que se reúnem nas praias Área Preta e Castanheiras. Em Piúma e Marataízes toda a orla fica super lotada.

guarapariPrivilege

10. Universo Paralello

Há 15 anos, o festival Universo Paralello acolhe fãs da música eletrônica e suas vertentes para uma virada de ano pra lá de histórica. Entre os dias 27 de dezembro de 2015 a 04 de janeiro de 2016, a paradisíaca Praia de Pratigí, em Ituberá, na Bahia, recebe a extensa programação da festa, que é uma das mais respeitadas do Brasil, com 8 dias de música e 6 palcos. Os ingressos já estão à venda no link.

universo paralellouniv.paralellopratigi

Opções não faltam! Agora é se programar :)

 
PDF Imprimir E-mail
Escrito por Josué Barbosa   
Seg, 14 de Dezembro de 2015 11:28

As principais tendências para a moda feminina 2016

Antecipar-se às tendências é uma das melhores formas de garantir promoções imperdíveis e conseguir a peça que em alguns meses estará esgotada nas lojas. Assim, conhecer as tendências das passarelas nacionais e internacionais ajuda no planejamento do guarda-roupa da próxima estação. Conheça, portanto, as principais tendências da moda feminina 2016.

MODA VER?O 2015/2016

O verão é uma estação característica do Brasil e as grifes brasileiras já apresentaram as principais tendências para a estação que tem a cara do Brasil. Confira tudo que vai estar na moda no verão 2016.


* A APOSTA NAS CORES CLARAS

fotos de coresimagens de coresdicas de corescor fraquinhacores mais fracasa

O branco foi uma das principais cores vistas nas passarelas dos desfiles para o verão 2016, trazendo uma iluminação extra aos dias mais quentes. Isso, aliás, puxou uma tendência de tons mais claros e iluminados para todos os visuais apresentados.

* TECIDOS FLUIDOS PARA COMBATER O CALOR COM ESTILO

tendências da moda

Além disso, os tecidos fluidos foram usados em muitos dos desfiles e peças, trazendo movimento, suavidade e também refrescância aos visuais de verão e é tudo que a estação pede.

* A QUERIDINHA MODELAGEM OVERSIZED

com degradê

A modelagem oversized também esteve presente, principalmente em pantalonas de tecido fluido, aliando estilo a conforto com um toque de ousadia, especialmente considerando-se que serão usadas no verão.

* ESTILO LADYLIKE GANHA FOR?A

moda atual

Sempre presente de uma forma ou outra, o estilo ladylike agora vai ganhar força total, com cinturas bem marcadas, saias rodadas e até mesmo volumosas. O comprimento midi também é uma tendência e é ideal para incorporar a moda ao visuais que pedem mais sobriedade e sofisticação.

* ESTAMPAS A MIL

estampas femininasroupas estampadasfotos de roupas estampadasimagens de roupas estampadas

Como não poderia deixar de ser as estampas estarão mais presentes do que nunca na moda feminina 2016, especialmente em versões tropicais como estampas de palmeiras e flores maiores.

MODA PRAIA 2016

Com um litoral de tirar o fôlego e um calor que pede por praia e água fresca, a moda praiatambém deve ser considerada se você quer estar por dentro de todas as tendências da moda feminina 2016. A grande vantagem é que estando fora da estação dá para encontrar os itens muito mais baratos e em conta do que na alta temporada.

* AS HOT PANTS EST?O DE VOLTA

moda feminina 2016roupas da moda feminina 2016dicas da moda feminina 2016

Depois de voltarem em forma de shorts, especialmente jeans, as hot pants prometem invadir as praias com o detalhes diferentes como recortes estratégicos na lateral e detalhes metalizados. As amantes do estilo vintage na hora de se vestir não podem ficar de fora da tendência das hot pants da moda praia 2016.

* MISTURA DE ESTAMPAS ? SENSA??O

moda feminina 2016fotos da moda feminina 2016imagens da moda feminina 2016dicas da moda feminina 2016tendências da moda feminina 2016

Esqueça os biquínis combinando perfeitamente, pois uma tendência da moda feminina 2016 é a mistura de estampas e por isso você pode e deve comprar um biquíni com estampas diferentes entre a parte de cima ou de baixo ou mesmo misturar duas peças de biquínis diferentes.

Já os maiôs virão naturalmente com duas ou mais estampas em uma mesma peça, criando um visual divertido e colorido, exatamente como o verão tem que ser.

* PE?AS ARTESANAIS

Moda Feminina 2016Dicas da Moda Feminina 2016Fotos da Moda Feminina 2016

Tops de crochê, biquínis artesanais e saídas de praia feitas com tecidos naturais serão apostas certeiras para a moda praia 2016, que investirá em um visual mais leve e natural.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 7 de 16
Caminho
Home